quarta-feira, 1 de Junho de 2011

Ginastica

Indice:
-Ginástica de solo
        -Rolamento à frente engrupado
        -Rolamento à frente com membos inferiores estendidos e afastados
        -Rolamento à retaguarda engrupado
        -Avião
        -Roda
        -Apoio facial invertido (pino) de cabeça
        -Apoio facial invertido (pino)
        -Esparagata frontal
        -Ponte
-Ginástica Ritmica
        -As cordas
        -Os arcos       
        -As bolas
        -As maças
        -As fitas
-Ginástica acrobática
-Ginástica aeróbica
-Ginástica artistica (solo)
-Ginástica artistica (Aparelhos)
        -As argolas
        -As barras/ paralelas assimétricas
        -As barras fixas
        -O cavalo
        -Mesa
        -A trave
        -As paralelas


INTRODUÇÃO:
Este trabalho foi realizado pela aluna Inês Cristina Gomes Silva do 10º ano da turma da turma Artes Visuais (I), da Escola Secundaria de Ponte de Lima, no ano lectivo de 2010/2011.
Neste trabalho irei abordar a Ginástica, ou seja, vários tipos de Ginástica, uma vez que é esta modalidade que estamos presentemente abordar nas aulas de educação fisica, sendo este mesmo também solicitado pelo professor.
       

Ginástica de solo:
ROLAMENTO À FRENTE ENGRUPADO

- Posição Inicial: elevar um dos MS.
- Apoiar as palmas das mãos no solo, à largura dos ombros, com os dedos afastados.
- Flexão da cabeça (levar o queixo ao peito).
- Apoiar a nuca no solo.
- Manter os joelhos juntos ao peito até ao final do rolamento.
- Levantar-se com ou sem o apoio das mãos no solo.
- Terminar em equilíbrio.
- Posição Final: elevar ambos os braços.

ROLAMENTO À FRENTE COM MEMBROS INFERIORES ESTENDIDOS E AFASTADOS

- Posição Inicial: elevar um dos MS.
- Apoiar as palmas das mãos no solo, à largura dos ombros, com os dedos afastados.
- Flexão da cabeça (levar o queixo ao peito).
- Apoiar a nuca no solo.
- Manter os joelhos juntos ao peito, no início do movimento.
- Afastar os MI no final do movimento.
- Apoiar as mãos entre os MI
- Unir os MI no final.
- Terminar em equilíbrio.
- Posição Final: elevar ambos os braços.


ROLAMENTO À RECTAGUARDA ENGRUPADO

- Posição Inicial: elevar um dos MS.
- Colocar as costas das mãos nos ombros, com as palmas voltadas para cima.
- Manter os cotovelos à largura dos ombros.
- Flexão da cabeça (levar o queixo ao peito).
- Desequilibrar o corpo para trás, mantendo sempre os joelhos junto ao peito.
- Procurar o apoio das mãos no solo antes do apoio da cabeça.
- Terminar em equilíbrio.
- Posição Final: elevar ambos os braços.


AVIÃO
- Posição Inicial: elevar um dos MS.
- Sustentar o peso do corpo apenas num MI.
- Elevar atrás o outro MI, estendido.
- Flectir o tronco à frente.
- Afastar os MS e mantê-los estendidos à altura dos ombros.
- Olhar dirigido para a frente.
- Manter o tronco paralelo ao solo.
- Manter a posição durante 3 segundos.


RODA

- Posição Inicial: elevar um dos MS.
- Começar na posição de “afundo”.
- Apoiar alternadamente as mãos no solo, à largura dos ombros e longe dos pés.
- Colocar a 1ª mão naturalmente e a 2ª mão voltada para dentro.
- Alinhar todo o corpo na passagem pela vertical e afastar os MI.
- Olhar dirigido para as mãos.
- Fazer a "repulsão" dos MS.
- Os MI apoiam um de cada vez no solo.
- Posição Final: elevar ambos os braços.


APOIO FACIAL INVERTIDO (PINO) DE CABEÇA

- Posição Inicial: elevar um dos MS.
- Apoiar as mãos no solo, à largura dos ombros.
- Apoiar a cabeça no solo, à frente do apoio das mãos. (de forma a formar um triângulo).
- Elevar os MI até à vertical.
- Manter o corpo todo alinhado e contraído.

APOIO FACIAL INVERTIDO (PINO)

- Posição Inicial: elevar um dos MS.
- Começar na posição de “afundo”.
- Apoiar as mãos no solo, à largura dos ombros, com os dedos afastados e com os MS estendidos.
- Elevar a bacia até à vertical, de uma forma lenta e controlada.
- Manter o corpo todo alinhado e contraído.
- Olhar dirigido para as mãos.


ESPARAGATA FRONTAL

- Posição Inicial: elevar um dos MS.
- MI completamente estendidos.
- MI afastados, no máximo de amplitude possível.
- MS elevados lateralmente à altura dos ombros.
- Tronco perpendicular ao solo.
- Olhar dirigido para a frente.
- Manter a posição durante 3 segundos.


PONTE

- Estender completemente os MS.
- Estender os MI unidos e estendidos.
- Colocar os ombros na vertical dos apoios (MS).
- Elevar a bacia.
- Olhar dirigido para as mãos.
- Manter a posição durante 3 segundos.



Porém, existem também outro tipo de ginástica como a Ginastica Ritmica:


 
A ginástica rítmica, é uma propagação da ginástica que possui infinitas possibilidades de movimentos corporais combinados aos elementos de balé e dança teatral, realizados com música de fundo de e coordenados com o manejo dos aparelhos próprios desta modalidade olímpica, que são a corda, o arco, a bola, as maças e as fitas. Praticada apenas por mulheres em nível de competição, tem ainda uma prática masculina surgida no Japão.


                
Como foi descrito acima estes elementos destacam-se na ginástica ritmica:
-A corda:

-Os arcos:

-As bolas:

-As maças:

-E ainda as fitas:



 
A Ginástica Acrobática:


 
Ginástica acrobática tem como principais características a execução de exercícios que exigem força, agilidade e equilíbrio. Esta disciplina requer que a ginasta tenha coragem,. Força, coordenação e flexibilidade, além das exigências técnicas de salto. As suas careografias são executadas com música de fundo e neste requer expressão e movimentos do corpo perfeitamente sincronizados com a mesma.



A Ginastica Aérobica:


 
A Ginástica aeróbica, em sentido vasto, é uma combinação de ginástica clássica com dança. É uma ginástica dinâmica com movimentos rítmicos acompanhado com música motivadora.
Esta modalidade não pertence ao calendário olímpico. Porém, já possui campeonatos realizados pela FIG (Federação Internacional de Ginástica) a nível internacional. Esta disciplina requer do ginasta um elevado nível de força, agilidade, flexibilidade  coordenação.



 
A Ginástica Artistica (Solo): 



O solo é um aparelho na ginástica artística, disputado como modalidade olímpica por ambos os sexos. Os exercícios no solo fazem parte do concurso geral, onde se seleccionam os oito melhores atletas para a final. A prova consiste em executar diversos exercícios acrobáticos, com movimentos de equilíbrio, estáticos e de força. Para as provas femininas existe ainda a elegância, expressão coreográfica e a sincronia com a música como exigências.



E também a Ginástica de Artistica (aparelhos):


 
A ginástica artística é uma das modalidades da Ginastica.
As apresentações da ginástica artística são individuais - ainda que nas disputas por equipas -, possuem o tempo aproximado de trinta a noventa segundos de duração, são realizadas em diferentes aparelhos - sob um conjunto de exercícios - e separadas em competições femininas e masculinas
Os movimentos dos ginastas devem ser sempre elegantes e demonstrarem força, agilidade, flexibilidade, coordenação, equilíbrio e controle do corpo.

Porém nesta destacam-se os seguintes aparelhos:


As argolas:



As Argolas são um aparelho utilizado na ginástica artística ao qual o seu uso em competições é exclusiva para os homens, em que devem realizar uma série calcada em força e equilíbrio, realizados pelos membros superiores do corpo.

As barras ou paralelas assimétricas:



As barras ou paralelas assimétricas foram criadas somente para as senhoras. Este material, é somente permitido o uso das mãos ou dos pés embora poça faze-lo com qualquer outra parte do corpo, desde que faça parte de sua rotina e os movimentos sejam realizados com segurança.
As rotinas realizadas neste aparelho devem conter movimentos de impulso, voo e estáticos. Se por acaso a ginasta cair ela terá trinta segundos para retomar o exercício de onde ele foi interrompido.

As barras fixas:

A Barra fixa é um dos oito aparelhos utilizados na ginástica artistica.
A disputa nas competições nesse aparelho são exclusivamente para homens. O ginasta deve fazer movimentos giratórios em uma rotina acrobática.


O Cavalo:

Cavalo com arcões

Cavalo sem arcões




Cavalo com alças ou cavalo com arções é um aparelho utilizado na ginástica artística apenas por atletas do sexo masculino, composto de um corpo mais estreito na parte inferior, montado horizontalmente sobre uma base, com duas alças sobrepostas ao corpo.
É neste aparelho que os homens performam suas rotinas nas provas por equipes, concurso geral e finais por aparelhos individuais.
 

 
A Mesa:





A Mesa é um aparelho utilizado na ginástica artística, contudo, o aparelho popularizou-se com o nome da prova: Salto.
O ginasta deve saltar sobre o aparelho partindo de um trampolim apoiando as mãos sobre a mesa em um movimento acrobático onde são avaliados altura, dificuldade de execução e chegada.
O salto é um dos dois eventos que a ginástica artística feminina e masculina têm em comum. A outra é o solo. O salto é considerado um evento de explosão muscular, possuidor de uma margem mínima para erros. É o evento mais curto dentre todos, porém, de valor igual aos demais.
 

 
A trave:
 

A trave é um aparelho da ginástica artística , presente em todas as competições oficiais de senhoras.
Esta é o terceiro exercício do concurso geral feminino - dependendo da rotação escolhida - e onde são apuradas as oito melhores ginastas para a final do aparelho, durante a disputa eliminatória por equipas. Além disso, esta disputa também está presente na fase final desta concorrência.



 
E também as barras paralelas:



As Barras paralelas são um aparelho utilizado na ginástica artística e exclusivamente para homens. O aparelho é formado por dois barrotes paralelos, apoiados em dois suportes de metal.
O ginasta deve realizar uma série de movimentos giratórios, equilibrados nessas duas barras. As rotinas nelas executadas, variam de acordo com o grupo de elementos apresentados pelos ginastas, embora possuam o tempo médio gire entre quinze e trinta segundos.



 
CONCLUSÃO:

Com este trabalho, aprendi muito, porém, deu para reviver memórias passadas.
Fiquei a par de aspectos que jamais ficaria a tomar conhecimento caso nao tivesse realizado este mesmo trabalho, logo, estou satisfeita por o ter conseguido e sinceramente espero que esteja ao agrado do professor de educação física.


BIBLIOGRAFIA: